top of page
  • Foto do escritorAdmin

Desvendando o mistério: como calcular com precisão o custo da hora cadeira ou hora clínica


Desvendando o mistério: como calcular com precisão o custo da hora cadeira ou hora clínica

Como calcular o custo da hora da cadeira ou custo da hora do seu consultório ou clínica?


Compreender como calcular o custo da hora cadeira ou hora clínica é uma tarefa fundamental para todo dentista que deseja gerenciar seu consultório de forma eficaz. Saber o custo de cada procedimento ajuda a estabelecer preços justos, a precificar tratamentos e a avaliar a lucratividade da clínica.


Além disso, o cálculo correto do custo da hora cadeira é crucial para garantir que a clínica seja sustentável a longo prazo.


Como fazer o cálculo do custo da hora cadeira?


Para calcular o custo da hora cadeira, é preciso considerar alguns fatores. O primeiro é o custo fixo da clínica, que inclui aluguel, energia, água, telefone, internet, salários dos funcionários, entre outros. Esses custos são divididos pelo número de horas de trabalho mensais para se chegar ao valor do custo fixo por hora.


O segundo fator a ser considerado é o custo variável, que inclui materiais, equipamentos e outros insumos usados durante os procedimentos. Esse custo varia de acordo com cada procedimento realizado, e deve ser calculado individualmente para cada um deles. Para fazer esse cálculo, é necessário somar o valor dos materiais e equipamentos usados em cada procedimento e dividi-los pelo número de horas necessárias para realizar o procedimento.


Por fim, é importante levar em consideração o lucro desejado. Esse valor pode variar de acordo com as metas estabelecidas pelo dentista ou pela clínica, mas geralmente é fixado em torno de 20% do valor total do custo fixo e variável.


Para ilustrar esse cálculo, vamos supor que o custo fixo mensal da clínica seja de R$ 10.000,00 e que o número de horas trabalhadas mensalmente seja de 200. O custo fixo por hora seria então de R$ 50,00 (R$ 10.000,00 dividido por 200 horas).


Suponhamos agora que o custo variável de um procedimento seja de R$ 100,00 e que o procedimento leve 1 hora para ser concluído. O custo variável por hora seria então de R$ 100,00.


Por fim, se o lucro desejado for de 20% do valor total do custo fixo e variável, teríamos:


Custo total por hora = custo fixo por hora + custo variável por hora + lucro desejado por hora


Custo total por hora = R$ 50,00 + R$ 100,00 + (20% x R$ 150,00)


Custo total por hora = R$ 50,00 + R$ 100,00 + R$ 30,00


Custo total por hora = R$ 180,00


Nesse caso, o custo total por hora seria de R$ 180,00.


É importante lembrar que esses valores são apenas exemplos e que cada clínica pode ter seus próprios custos fixos, variáveis e metas de lucro. Por isso, é essencial que cada dentista faça seu próprio cálculo para determinar o custo da hora cadeira ou hora clínica em sua clínica.


Conclusão


Em resumo, o cálculo do custo da hora cadeira ou hora clínica é uma ferramenta essencial para garantir a saúde financeira da clínica odontológica. É preciso levar em consideração todos os custos fixos e variáveis, bem como o lucro desejado, para determinar o valor correto a ser cobrado por hora de trabalho.


Além disso, é importante monitorar regularmente os custos da clínica e fazer ajustes quando necessário para garantir que a clínica seja sustentável a longo prazo.


Com esse conhecimento em mãos, o dentista pode precificar seus serviços de forma justa e competitiva, ao mesmo tempo em que garante a qualidade dos serviços prestados. Portanto, não deixe de calcular o custo da hora cadeira ou hora clínica em sua clínica odontológica e mantenha sua clínica saudável financeiramente.


Sobre a Senior Consulting


Somos referência em marketing e gestão de empresas de saúde. Temos nossa matriz em São Paulo e escritórios em Miami, Nova York e Londres.


+55 11 3254 7451

atendimento@seniorconsulting.com.br

bottom of page