top of page
  • Foto do escritorAdmin

Cuidados ao abrir um consultório odontológico


Cuidados ao abrir um consultório odontológico
Cuidados ao abrir um consultório odontológico

São muitos os profissionais que procuram nossa consultoria antes de abir seus consultórios.


Nós já assessoramos dezenas de profissionais de odontologia que realizaram o seu sonho de abrir seu próprio consultório.


É fato que abrir uma empresa no Brasil e trabalhar por conta própria não é fácil e nem simples. Entretanto, é possível sim fugir das estatísticas negativas relacionadas ao fechamento prematuro de empresas nos seus dois primeiros anos (superior a 60% de fechamento, segundo o SEBRAE-BR).


Nesse breve artigo vamos te ensinar o passo a passo para abrir um consultório odontológico e maximizar as chances de sucesso.


01 -Escolha com critério o seu ponto comercial


O local onde você vai montar seu consultório é fundamental. De fato, escolher mal a localização do imóvel pode compremeter o futuro do seu negócio.


Verifique e valide aspectos como:


  • Localização do imóvel.

  • Volume de pessoas com o perfil do seu público-alvo que moram ou frequentam a região.

  • Adequação do imóvel as regras e leis de vigilância sanitária.

  • Visibilidade do imóvel (aplicável para imóveis de rua).

  • Quantidade de empresas de comércio e serviços na região.

  • Volume de pessoas e veículos que circulam pela região do imóvel.

  • Valor do aluguel do metro quadrado x potencial de vendas do consultório.

  • Direção do fluxo de veículos (aplicável para imóveis de rua)

  • Tamanho da fachada disponível (aplicável para imóveis de rua).


Esses são aspectos cruciais ao se analisar um imóvel candidato a ser a sede do seu consultório.


Você pode estar se pergutando: Vale a pena pagar mais barato por um imóvel com menor visibilidade? A resposta geralmente é não.


Verifique o valor do m2 no imóvel mais barato e compare com o mesmo m2 do imóvel mais caro.


Faça uma projeção de vendas descontando gastos com publicidade e propaganda que terá que fazer para atrair igual volume de pacientes em cada imóvel.


Via de regra, o imóvel com maior visibilidade possibita uma gasto menor de aqueisão de clientes, visto que não será necessário investir um valor muito alto em marketing, publicidade e propaganda como no imóvel de menor visibilidade.


E quanto a montar o consultório em sala comercial de um prédio? Se você é um dentista veterano e já possui uma carteira de pacientes isso não chega a ser um problema.


Entretanto, para profissionais de odontologia em começo de carreira ou com poucos clientes ativos pode ser uma boa idéia aumentar sua visibilidade com um imóvel instalado em localização de alto fluxos de pessoas.


Outra pergunta sobre a localização do imóvel que ouvimos: É melhor montar o consultório em um local com poucos concorrentes ou em um local com muitos concorrentes?


Veja, na realidade, não importa muito a quantidade de concorrentes, mas sim, os diferenciais competitivos que cada um oferece, e a agressividade comercial dos concorrentes.


No ramo da odontologia é comum encontrarmos em bairros mais populares ou centros comerciais, grandes redes de franquias que "lutam" arduamente pela captação de novos pacientes, seja via marketing digital, seja através de ações offline de prospecção ativa de pacientes.


Em ambientes assim, para ter um pedaço do mercado local você vai precisar ser bastante ativo comercial e contar com um orçamento de marketing compatível com os concorrentes para se dar bem.


Enfim, são muitos pontos relacionados a escolha do imóvel. Não tome a decisão precipitada de locar o primeiro imóvel que aparecer.


Também, não fique apegado a uma só região, seja porque gosta da localização, ou porque mora no bairro. Escolha o imóvel que contribua mais para gerar mais clientes para o seu consultório.


02 - O local do consultório define o público disponível


Um consultório é um negócio local. Isso significa, na prática, que um imóvel instalado em um bairro de suburbio da classe C/D vai ter como público a maioria das pessoas que moram e frequentam a região.


O contrário também é verdade. Um consultório montado em um bairro de luxo e prestígio na cidade vai ser direcionado a atender as pessoas que trabalham, moram e frequentam a região.


Tenha em mente que o ponto comercial determina o perfil do público-alvo. Isso é fato.


03 - Levante todos os custos pré-abertura


Custos com aluguel, taxas, alvarás, contador, marketing inicial, contratação de equipe, equipamentos e estoque inicial devem fazer parte da sua contabilidade inicial de custos.


Veja, nós sempre aconselhamos aos nossos clientes de assessoria para abertura de clínicas e consultórios que não gastem todo o seu dinheiro com a montagem inicial do consultório.


É preciso ter uma reserva financeira, o chamado capital de giro, calculado de forma matemática, de acordo com o perfil de custos e cálculo do momento de ponto de equilibrio financeiro do consultório, onde as despeas e receitas se equivalem,


Uma forma equivocada vendida na internet por gurus de dentistas sobre o capital de giro é fazer uma "conta de padaria", onde o valor necessário para cálculo do capital de giro seria resultado da multiplicação do valor de custos fixos da clínica mensal (Exemplo: R$ 5.000,00) multiplicado por um número de meses de segurança (Exemplo: 3 meses).


Esse cálculo é totalmente errado e limitado, pois o cálculo do valor de capital de giro precisa levar em conta a expectativa de gastos e despesas varíaveis (material, impostos, etc.) em um período.


Errar no cálculo da necessidade de capital de giro pode ser fatal (já vimos muitos consultórios e clínicas fecharem) para o seu consultório. Busque ajuda especializada em abertura de clínicas e consultórios.


03 - Advogado e contador não são custos


Um bom advogado e um contador especializado em saúde não são custos de abertura, mas investimento.


Existe toda uma legislação específica para abertura de consultórios odontológicos.Observar as normas vigentes e ter a orientação de profissionais capacitados pode (e vai) evitar muitos problemas futuros.


04 - Tenha metas claras


Abrir um consultório e não ter metas claras e objetivas é como dirigir um carro em um túnel escuro com os faróis desligados. Em algum momento você vai bater...


Metas devem ser traduzidas em indicadores, e os principais indicadores de todo consultório que está começando são:


Tempo de retorno do investimento - Quantidade de meses / anos necessários para retornar o investimento inicial para montar o consultório.


Ponto de equílibrio - Momento no qual você vai deixar de usar sua reserva de capital de giro e as contas do consultório serão pagas a partir do próprio faturamento gerado pelo consultório empatando com as depesas mensais.


Lucratividade - O percentual do valor total do faturamento que fica no "seu bolso" no final do mês. Uma média de lucratividade considerada boa para odontologia gira em torno de 20% a 25%¨ao mês.


Sua meta é chegar o mais rápido possível no seu ponto de equiílibro, retornar o seu investimento e manter uma operação com margem de lucratividade acima de 20%.


05 - Invista no marketing do consultório


Ter uma verba reservada para marketing do consultório é fundamental. Dificilmente um novo consultório vai se sustentar somente com indicações.


Qual a melhor estratégia de marketing para um consultório? Essa não é uma repsota simples, sendo necessário fazer uma avaliação d 3 fatores:


01 - Perfil do público.

02 - Sua verba disponível para investimentos em marketing odontológico.

03 - Suas metas e objetivos.


Não existe uma bala de prata única, ou uma "sacada que vai bombar sua agenda". Isso é papo furado de pseudo agência de marketing digital para dentistas na internet.


Cada caso é um caso, e mesmo a utilização de uma mesma ferramenta como o Google Ads, pode ou não funcionar para você, dependendo dos fatores listados acima.


Uma coisa é certa, seja online ou offline, você precisará investir em marketing do consultório. As pessoas só vão saber o que você faz, seus diferenciais e sua competência se você divulgar. Ponto!



Conclusão


Poderíamos escrever um livro sobre boas práticas para o dentista que quer montar seu próprio consultório.


Como o propósito aqui é apresentar dicas práticas e objetivas, listamos acima 5 cuidados para montar seu consultório.


Conte com a consultoria da Senior Consulting que já assessorou centenas de dentistas no Brasil e mais 12 países a realizarem o seu sonho. Entre em contato e fale com um de nossos especialistas!


Senior Consulting

Assessoria montar consultório

+55 11 3254-7451




bottom of page