top of page
  • Foto do escritorAdmin

Como organizar o fluxo de caixa da clinica


Controle financeiro para clinicas médicas e odontológicas
Controle financeiro para clinicas médicas e odontológicas

Você sabia que 8 em cada 10 empresas no Brasil quebram antes de completar 4 anos?


Essa é uma estátistica triste e sua clinica não precisa fazer parte dela.


Mesmo clinicas que ultrapassam a barreira dos 4 anos iniciais mantêm poucos controles financeiros finos e isso é um dos prinicipais motivos que fazem uma clinica perder o controle e não prosperar.


Quais das perguntas abaixo você consegue responder de bate pronto?


  • Quanto você tem a receber por categoria de tratamentos nos próximos 6 meses?

  • Quanto você deve de material de laboratório nos próximos 3 meses?

  • Quais os clientes estão inadimplentes a mais de 30 dias?

  • Quanto você gastou com comissão paga aos colegas nos últimos 12 meses?

  • Qual a sua projeção de caixa (lucro ou prejuízo) nos próximos 6 meses?

  • Qual o seu faturamento bruto por mês nos últimos 6 meses?

  • Qual o seu principal custo e quanto ele representa do seu faturamento?


Essas são apenas algumas perguntas (existem centenas) que podem ser feitas em uma clinica olhando para o caixa.


Sabe, o caixa está para a empresa como o ar está para os nossos pulmões. A qualidade do ar influencia diretamente na nossa qualidade de vida.


Da mesma forma, a qualidade do seu caixa influencia diretamente na saúde da sua empresa.


Hoje queremos abordar de forma sintética como organizar o caixa da sua clinica, seja ela uma clinica odontológica, médica ou um laboratório.


Vamos nivelar alguns conceitos básicos e dai partimos direto para a prática. Vamos lá!


Registro de caixa


Muitas empresas não tem nem o nível básico de controle de caixa, que nada mais é do que o registro de forma precisa, preferencialmente informatiza, das informações de entradas e saídas de recursos na clinica.


Veja, antes de gerenciar seu caixa é preciso que as informações básicas, ou seja, as movimentações financeiras estejam controladas.


E para estarem controladas elas tem que estar registradas.


Mas não basta apenas sair escrevendo as informações do caixa. Você precisa saber como escreve-lás.


Plano de Contas para Clinicas


A forma como você entra com os dados diários de movimentações financeiros no seu controle de caixa são fundamentais para saber os resultados do seu caixa.


De forma prática, um plano de contas financeiro é uma organização de contas de movimentação dos seguintes tipos:


  • Contas de receita

  • Contas de despesa

  • Contas de investimento



Você pode montar um plano detalhado de contas financeiras para sua clinica, mas o nível de detalhamento vai depender diretamente do nível de detalhe que você deseja analisar o seu caixa.


Nós sempre recomendamos que você crie um plano de contas que represente a realidade da sua clinica.


Como bônus vamos deixar um plano de contas completo para uma clinica médica de médio e grande portes.



Plano de Contas Para Clinicas Médicas


Para ter acesso a um Plano de contas - Clinica Médica Completo baixe seu arquivo aqui:

Modelo - Plano de Contas -Clinicas e Hospitais
.pdf
Fazer download de PDF • 147KB


Perceba que o plano de contas nada mais do que uma organização financeira das entradas e saídas de recursos da sua clinica.


O plano de contas tem vários propósitos, mas talvez o mais importante deles seja o fato de que com um bom plano de contas é possível ter previsibilidade na sua clinica.


Com o plano de contas é fácil entender quando vai faltar dinheiro, quais são os serviços que geram mais faturamento, quanto cada consultório contribui para o resultado total, bem como fazer projeções financeiras futuras.


Existem dois resultados possíveis quando você avalia o fluxo de caixa da sua clinica.


Quando você tem mais do que dinheiro suficiente para cobrir suas contas, você tem um fluxo de caixa positivo. Mas quando o dinheiro que sai da sua clinica odontológica ou médica (ou seja, despesas) excede o dinheiro que entra no seu negócio (ou seja, receitas e rendimentos), é quando você tem um problema de fluxo de caixa.


Mas, é importante que você saiba que nem sempre fluxo de caixa positivo significa lucro.



Outro fator fundamental da gestão do fluxo de caixa nas clinicas é que ele ajuda a determinar a necessidade de capital de giro.


Talvez você não saiba o que é e como calcular o capital de giro na sua clinica, mas basta saber por agora, que o capital de giro é todo recurso financeiro que permite pagar as contas da sua clinica enquanto você não recebe os pagamentos dos seus pacientes.


No dia a dia de uma clinica, o foco costuma ser na operação da rotina, ou seja, no atedimento dos pacientes, lidar com convênios e outras atividades rotineiras, deixdando o fluxo de caixa negligenciado.


É compreensível essa atitude, mas não é aceitável que isso aconteça com frequência. Você tem uma clínica para obter lucro com seu serviço, por isso, gerenciar o setor financeiro deve ser uma preocupação constante e prioritária dos proprietários.


Se você entendeu o valor de um bom gerenciamento de caixa e percebe que sua gestão de caixa é deficitária, entre em contato e fale com um de nossos especiliastas em finanças para empresas de saúde.


Senior Consultoria

+55 (11) 3254-7451

atendimento@seniormarketing.com.br


bottom of page