top of page
  • Foto do escritorAdmin

Como calcular a rentabilidade da minha clínica odontológica?


Como calcular a rentabilidade da minha clínica odontológica?

Aprenda a calcular a rentabilidade da sua clínica odontológica


Se você é o proprietário de uma clínica odontológica, é importante saber como calcular a rentabilidade da sua empresa para garantir que ela esteja indo bem financeiramente. A rentabilidade é um indicador que mostra quanto lucro a empresa está gerando em relação ao investimento inicial e às despesas operacionais. Acompanhar a rentabilidade da clínica é fundamental para identificar oportunidades de crescimento e possíveis problemas financeiros.


Neste artigo, iremos abordar algumas formas de calcular a rentabilidade da sua clínica odontológica e como esses dados podem ajudá-lo a tomar decisões importantes para o futuro do seu negócio.


Cálculo da margem de lucro


A margem de lucro é a diferença entre a receita total da empresa e o custo dos bens / serviços vendidos (COGS, na sigla em inglês). No caso da clínica odontológica, o COGS é o custo dos materiais e insumos utilizados nos procedimentos. Para calcular a margem de lucro, basta subtrair o COGS da receita total e dividir o resultado pela receita total. O valor obtido é a margem de lucro em percentual.


Por exemplo, se a receita total da clínica em um mês foi de R$ 50.000,00 e o COGS foi de R$ 10.000,00, a margem de lucro seria de 80%:


Margem de lucro = (receita total - COGS) / receita total

Margem de lucro = (50.000 - 10.000) / 50.000

Margem de lucro = 0,8 ou 80%


Cálculo do retorno sobre o investimento (ROI)


O ROI é uma medida que mostra o retorno financeiro em relação ao investimento inicial. Para calcular o ROI da clínica odontológica, é preciso subtrair o investimento inicial do lucro e dividir o resultado pelo investimento inicial. O valor obtido é o ROI em percentual.


Por exemplo, se o investimento inicial na clínica foi de R$ 100.000,00 e o lucro anual foi de R$ 50.000,00, o ROI seria de 50%:


ROI = (lucro - investimento inicial) / investimento inicial

ROI = (50.000 - 100.000) / 100.000

ROI = -0,5 ou -50%


Nesse exemplo, o ROI é negativo, o que significa que a clínica está gerando prejuízo em relação ao investimento inicial. Nesse caso, é preciso analisar as despesas operacionais e identificar possíveis problemas na gestão financeira.


Cálculo do ponto de equilíbrio


O ponto de equilíbrio é o momento em que a receita total da empresa é igual ao total das despesas operacionais. É importante conhecer o ponto de equilíbrio da clínica odontológica para saber o mínimo de receita que a empresa precisa gerar para não ter prejuízo.


Para calcular o ponto de equilíbrio, é preciso somar todas as despesas operacionais (salários, aluguel, energia elétrica, água, telefone, entre outras) e dividir o resultado pela margem de contribuição. A margem de contribuição é a diferença entre a receita total e os custos variáveis (que incluem os materiais e insumos utilizados nos procedimentos).


Por exemplo, se a receita total mensal da clínica odontológica é de R$ 50.000,00, os custos variáveis são de R$ 10.000,00 e as despesas operacionais são de R$ 20.000,00, a margem de contribuição seria de R$ 20.000,00 (R$ 50.000,00 - R$ 10.000,00). Para calcular o ponto de equilíbrio, basta dividir as despesas operacionais pela margem de contribuição:


Ponto de equilíbrio = despesas operacionais / margem de contribuição

Ponto de equilíbrio = 20.000 / 20.000

Ponto de equilíbrio = 1 ou 100%


Isso significa que a clínica precisa gerar pelo menos R$ 30.000,00 em receita (R$ 20.000,00 das despesas operacionais + R$ 10.000,00 dos custos variáveis) para atingir o ponto de equilíbrio e não ter prejuízo.


A importância da análise da rentabilidade


Ao calcular a rentabilidade da sua clínica odontológica, você pode identificar os procedimentos mais rentáveis e focar neles, além de identificar os custos mais elevados e buscar maneiras de reduzi-los. Além disso, a análise da rentabilidade também pode ajudar a tomar decisões estratégicas, como investir em novas tecnologias, ampliar a equipe de profissionais ou expandir o negócio.


Outro ponto importante é que a análise da rentabilidade deve ser feita com frequência para identificar possíveis problemas financeiros e tomar medidas corretivas o quanto antes. Afinal, quanto mais tempo levar para identificar um problema financeiro, maiores serão as consequências para a saúde financeira da clínica.


Conclusão


Calcular a rentabilidade da clínica odontológica é fundamental para garantir a saúde financeira do negócio. As três principais formas de cálculo são a margem de lucro, o ROI e o ponto de equilíbrio. É importante lembrar que a análise da rentabilidade deve ser feita com frequência e que os resultados obtidos devem ser utilizados para tomar decisões estratégicas e identificar possíveis problemas financeiros.


Sobre a Senior Consulting


Somos referência em marketing e gestão de empresas de saúde. Temos nossa matriz em São Paulo e escritórios em Miami, Nova York e Londres.


+55 11 3254 7451

atendimento@seniorconsulting.com.br

bottom of page