top of page
  • Foto do escritorAdmin

Como calcular o valor da hora cadeira de uma clínica odontológica


Como calcular o valor da hora cadeira de uma clínica odontológica

Aprenda a calcular o valor de uma hora cadeira da sua clínica odontológica

O cálculo do valor da hora cadeira é um aspecto fundamental para a gestão eficiente de uma clínica odontológica. Determinar com precisão o custo operacional e, ao mesmo tempo, garantir uma margem de lucro adequada é essencial para o sucesso financeiro de qualquer empreendimento odontológico.


Neste artigo, exploraremos os principais passos e considerações envolvidos no cálculo do valor da hora cadeira, oferecendo insights valiosos para os profissionais do setor.

Análise de custos operacionais

Antes de estabelecer o valor da hora cadeira, é crucial compreender e analisar os custos operacionais associados à clínica odontológica. Estes podem incluir aluguel do espaço, salários da equipe, custos de equipamentos e materiais, despesas administrativas e de marketing, além de outros gastos variáveis e fixos.


Uma análise minuciosa desses custos é fundamental para garantir que todas as despesas sejam consideradas ao calcular o valor da hora cadeira.

Levantamento da capacidade produtiva da clínica

Determinar a capacidade produtiva da clínica odontológica é essencial para o cálculo eficaz do valor da hora cadeira. Isso envolve avaliar o número de horas de trabalho disponíveis por dia, a quantidade de cadeiras disponíveis para atendimento, bem como a taxa média de ocupação das cadeiras.


Compreender a capacidade produtiva da clínica permite uma distribuição eficiente dos custos operacionais e ajuda a estabelecer uma base realista para a precificação dos serviços odontológicos.

Cálculo do custo fixo por hora

Ao calcular o valor da hora cadeira, é crucial considerar o custo fixo por hora, que inclui todos os custos operacionais fixos, tais como aluguel, seguros, despesas administrativas e de pessoal, divididos pelo número de horas de funcionamento da clínica.


Esse cálculo proporciona uma compreensão clara do montante mínimo necessário para cobrir os gastos fixos por hora e, assim, estabelecer uma base sólida para a precificação dos procedimentos odontológicos.


Avaliação da concorrência e do mercado

Além de analisar os custos operacionais internos, é vital considerar a concorrência e o mercado local ao definir o valor da hora cadeira. Uma análise da precificação dos serviços oferecidos por outras clínicas odontológicas na região pode fornecer uma referência útil para garantir que os preços praticados sejam competitivos e atraentes para os pacientes, sem comprometer a rentabilidade da clínica.

Margem de lucro e valor agregado

Ao estabelecer o valor da hora cadeira, é essencial incorporar uma margem de lucro razoável para garantir a sustentabilidade financeira da clínica odontológica a longo prazo.


Além disso, considerar o valor agregado dos serviços prestados, como a qualidade do atendimento ao paciente, a tecnologia utilizada e a especialização dos profissionais, pode justificar uma precificação mais elevada e agregar valor à imagem da clínica no mercado.


 

Exemplo prático do cálculo da hora cadeira de uma clinica odontológica

Para ilustrar o cálculo prático do valor da hora cadeira em uma clínica odontológica, consideraremos os seguintes parâmetros hipotéticos:

  1. Custos operacionais mensais:

    • Aluguel: R$ 5.000,00

    • Salários da equipe (incluindo encargos): R$ 15.000,00

    • Custos de equipamentos e materiais: R$ 8.000,00

    • Despesas administrativas e de marketing: R$ 3.000,00

    • Outros gastos variáveis e fixos: R$ 2.000,00


  1. Capacidade produtiva da clínica:

    • 2 cadeiras disponíveis para atendimento

    • Horário de funcionamento mensal: 160 horas por mês

    • Taxa média de ocupação das cadeiras: 70%


Com base nestes parâmetros, o cálculo da hora cadeira pode ser feito da seguinte forma:

  1. Cálculo dos custos operacionais mensais totais: Custos operacionais mensais totais = Aluguel + Salários da equipe + Custos de equipamentos e materiais + Despesas administrativas e de marketing + Outros gastos variáveis e fixos Custos operacionais mensais totais = R$ 5.000,00 + R$ 15.000,00 + R$ 8.000,00 + R$ 3.000,00 + R$ 2.000,00 Custos operacionais mensais totais = R$ 33.000,00

  2. Cálculo do custo fixo por hora: Custo fixo por hora = Custos operacionais mensais totais / (Horário de funcionamento mensal * Taxa média de ocupação das cadeiras) Custo fixo por hora = R$ 33.000,00 / (160 horas * 0,70) Custo fixo por hora = R$ 33.000,00 / 112 horas Custo fixo por hora = R$ 294,64 por hora

Portanto, o custo fixo por hora na clínica odontológica, com base nos parâmetros fornecidos, seria de aproximadamente R$ 294,64 por hora.


Esse valor serviria como referência para estabelecer preços competitivos para os diferentes serviços odontológicos oferecidos pela clínica, levando em consideração a concorrência e a margem de lucro desejada.

Conclusão

Calcular o valor da hora cadeira em uma clínica odontológica requer uma abordagem estratégica e abrangente, levando em consideração os custos operacionais, a capacidade produtiva, a concorrência e o valor agregado dos serviços prestados.


Ao equilibrar esses elementos de maneira eficaz, os proprietários de clínicas odontológicas podem garantir uma precificação justa e competitiva, ao mesmo tempo em que asseguram a sustentabilidade financeira e o crescimento contínuo do negócio.

Para mais informações sobre nosso trabalho e como podemos ajudar sua clínica ou consultório, entre em contato!



Senior Consulting

Referência em gestão de empresas do setor de saúde

+55 11 3254-7451

atendimento@seniorconsulting.com.br


bottom of page