top of page
  • Foto do escritorAdmin

Alternativas à Comissão em Clínicas Odontológicas


Alternativas à Comissão em Clínicas Odontológicas
Imagem: Jornal Contábil

Repensando a Remuneração: Alternativas Sólidas à Comissão em Clínicas Odontológicas


A remuneração dos dentistas em clínicas odontológicas é um tópico crucial que afeta tanto os profissionais quanto os proprietários das clínicas. A comissão, embora seja uma opção comum, não é necessariamente a melhor escolha para ambas as partes envolvidas.


Neste artigo, exploraremos alternativas à comissão que podem ser consideradas para garantir um modelo de remuneração mais justo e eficaz.


1. Salário Fixo


Um dos modelos de remuneração mais simples e diretos é o salário fixo. Nesse modelo, o dentista recebe um pagamento regular, independentemente do número de pacientes atendidos ou dos tratamentos realizados. Isso oferece estabilidade financeira aos profissionais e pode ajudar a atrair dentistas de alto nível que desejam evitar a incerteza da comissão.


Excelente opção para pagar dentistas que trabalham todos os dias na sua clínica, com horário fixo e sobre comando do proprietário da clínica, como dentistas orçamentistas, por exemplo. Minimiza muito as chances de processos trabalhistas.


2. Bônus por Produtividade


Os bônus por produtividade são uma maneira de incentivar os dentistas a aumentar sua produção sem depender totalmente da comissão. Nesse modelo, um dentista pode receber um bônus com base em metas específicas de produção ou no atingimento de objetivos pré-estabelecidos. Isso cria um incentivo para um desempenho excepcional e permite que os profissionais compartilhem os benefícios do sucesso da clínica.


Serve como um incentivo ao profissional e ajuda a tira-ló da sua "zona de conforto", ou seja, estimula o profissional a ganhar mais ajudando a clínica a vender mais e melhor.


3. Participação nos Lucros


Outra alternativa interessante é oferecer uma participação nos lucros da clínica aos dentistas. Isso significa que os profissionais compartilham uma porcentagem dos lucros gerados pela clínica, em vez de dependerem apenas das comissões. Esse modelo incentiva o comprometimento e o esforço dos dentistas para contribuir para o crescimento do negócio.


Muito bom para aquele dentista que você não quer perder, que joga para o time e que você não tem como remunerar melhor.


4. Modelo Híbrido


Em muitos casos, um modelo híbrido que combina diferentes formas de remuneração pode ser a solução mais equilibrada. Por exemplo, um dentista pode receber um salário fixo como base e, ao mesmo tempo, ter a oportunidade de ganhar bônus por produtividade ou participação nos lucros. Isso oferece estabilidade financeira e incentivos para um bom desempenho.


Ótimo modelo se sua clínica tem um gestor que fica por conta de gerenciar toda a produtividade dos dentistas.


5. Plano de Benefícios


Além das formas tradicionais de remuneração, os planos de benefícios podem ser uma maneira atraente de recompensar os dentistas. Isso pode incluir benefícios como assistência médica, odontológica, plano de aposentadoria, educação continuada e outros incentivos não monetários que agregam valor ao pacote de compensação.


Para implementar este modelo busque a orientação de um advogado para que toda bonificação ou benefício seja efetivado sem gerar vínculo ou passivo trabalhista.


Dica Bônus: A melhor forma de pagar dentistas em uma clínica que já está rodando a algum tempo e tem um certo volume de pacientes é através de um valor fixo por procedimento. Assim, você fica livre para negociar com o seu paciente o preço final do tratamento e repassa uma valor fixo (justo) para o seu colega dentista.



Conclusão


A escolha da forma de remuneração para dentistas em clínicas odontológicas é uma decisão importante que deve ser tomada com cuidado. A comissão pode ser problemática para ambas as partes e não é a única opção disponível. As alternativas apresentadas aqui oferecem uma variedade de abordagens que podem ser adaptadas às necessidades específicas da clínica e dos profissionais.


É fundamental considerar fatores como estabilidade financeira, incentivos para o desempenho e equidade ao explorar alternativas à comissão. Com a abordagem certa, é possível criar um modelo de remuneração que seja justo e motivador para todos os envolvidos.

Para mais informações sobre nosso trabalho e como podemos ajudar sua clínica ou consultório, entre em contato!



Senior Consulting

Referência em gestão de empresas do setor de saúde

+55 11 3254-7451

atendimento@seniorconsulting.com.br


bottom of page