top of page
  • Foto do escritorAdmin

3 práticas para organizar o setor financeiro de uma clínica odontológica


Gestão financeira de clínicas odontológicas
Gestão financeira de clínicas odontológicas

No dia a dia de uma clinica odontológica é fácil encontramos um cenário onde contas pessoais são misturadas as contas da empresa, falta de indicadores financeiros confiáveis e também ausência de capital de giro.


Esse cenário lhe parecer familiar? Se você respondeu sim, está na hora de pensa em organizar o setor financeiro da sua clínica odontológica.


Em um mercado extremamente competitivo com o de odontologia, não existe muito espaço para erros na gestão. Portanto, é fundamental que você gestor da clínica adote algumas práticas de organização e gestão financeira de forma a minimizar os erros e aumentar as chances de sobrevivência e perenidade da sua empresa.


Confira as dicas que listamos para organizar o setor financeiro da sua clínica odontológica, minimizando gastos e maximizando os seus resultados!


01 - Tenha disciplina


Uma característica de todo empresário de sucesso é o hábito de cultivar a disciplina. Não há possibilidade de sucesso sem evolvimento com as finanças da sua clínica.


Nós mais de 20 anos dedicados a gestão e consultoria para clínicas odontológicas encontramos centenas de dentistas e sócios de clinicas que tinham uma boa pegada de vendas, geravam um fluxo de caixa positivo, mas que frequentemente se viam com problemas financeiros.


Para evitar problemas financeiros na sua clínica busque acompanhar mensalmente com disciplina alguns indicadores financeiros tais como: faturamento bruto, lucro bruto, lucro líquido, lucratividade, margem de lucro e endividamento.


Se você não entende muito bem como funciona essa parte financeira da sua clinica, busque ajuda de uma assessoria empresarial para dentistas que possa te ajudar um painel de indicadores fácil de ler e acompanhar.


02 - Contas pessoais devem ser pagas com o seu dinheiro


Imagine que sua clínica faturou 100k em um determinado mês. Apurados todos os custos e despesas o lucro líquido chegou a 25k.


Numa situação como essa o que você faz com esse dinheiro que "sobra"? Se você é como a grande maioria dos empresários brasileiros, com certeza, coloca esse dinheir no bolso.


Isso é um erro, porque você precisa separar o dinheiro da empresa e o dinheiro do empresário.


Como sócio de uma clinica você deve ganhar um valor mensal que pagaria a uma pessoa para fazer o que você faz. Por exemplo, 10k mensais.


Ainda utilizando o exemplo acima, o que deveria ser feito com os 25k de lucro da nossa clínica hipotética.


Nossa sugestão é que você separe o saldo restante, quando positivo em 3 partes:


A - Uma parte para retirada de lucros, por exemplo 10k dos 25k de lucro.

B - Uma parte para reinvestimento na clínica, que pode ser a compra de um equipamento, uma reforma no imóvel ou pagar um curso de atualização, por exemplo,

C - Uma parte para criar uma reserva de contigenciamento, ou como gostamos de chamar aqui na Senior Consulting, uma reserva de segurança. Um dinheiro que será usado para eventualidades como bancar o conserto de um equipamento, ou por exemplo, pagar as verbas recisórias de um funcionário.


03 - Gerencie o fluxo de caixa diariamente


Hoje em dia existem dezenas de software de gestão de clínicas odontológicas que disponbilizam módulos de gestão financeira da clinica.


Uma ferramenta fundamental para organizar o setor financeiro de uma clínica odontológica é o fluxo de caixa.


Lançar todos os dias os gastos e receitas da clínica gera previsibilidade gerencial e financeira.


Além disso, acompanhar diariamente e registrar o que você devidamente recebido, seja em cheque, dinheiro, cartão ou depósitos de convênios é muito importante para que você trabalhe com informações reais e tenha um panorâma bem preciso da saúde financeira da sua clínica.


Aprender a ler um demonstrativo de resultados mensal é obrigatório para gestores de clínicas. O DRE sempre é montado a partir da movimentação de caixa e sem dúvidas deve fazer parte da rotina de todo gestor.


Conclusão


Nesse artigo nós mostramos o quanto é importante cuidar do setor financeiro da sua clinica odontológica.


Não importa se sua clínica tem um ou dez consultórios, uma equipe de funcionários ou somente uma secretaria. O que importa é que TODOS precisam fazer gestão financeira para saber para onde estão indo.



Gostou desse artigo. Assine nossa newsletter e receba toda semana novos artigos para aprimorar a gestão da sua clínica odontológica.


Se precisar de uma consultoria personalizada para sua clinica odontológica, entre em contato!


Senior Consulting

+55 (11) 3254-7451

atendimento@seniorconsulting.com.br

bottom of page