top of page
  • Foto do escritorAdmin

Entenda por que o relatório contábil não reflete o lucro real da sua clínica


Entenda por que o relatório contábil não reflete o lucro real da sua clínica

A sua contabilidade envia um relatório demonstrando que sua clínica teve lucro, mas você não vê o dinheiro no seu caixa?


Essas situações acontecem na sua clínica?

- O relatório enviado pela contabilidade aponta um lucro de XX reais, mas sua conta bancária não tem esse valor registrado?


- A contabilidade aponta lucro em um mês, mas você precisa pegar empréstimo para cobrir as contas?


- O contador apura um lucro mensal, mas o seu caixa está quebrado?


- No seu sistema de controle financeiro da clínica aparece um lucro, mas as contas bancárias apresentam um saldo negativo ou menor que o lucro apontado?


O relatório contábil é uma ferramenta importante para a gestão financeira de qualquer empresa, inclusive para clínicas médicas e odontológicas. Entretanto, é necessário compreender que demonstrativo de resultado de exercício enviado pela sua contabilidade pode não refletir a real situação financeira da sua clínica.


Vamos explicar o porquê estas distorções acontecem.


Cabe eclarecer que o lucro é o resultado positivo da diferença entre as receitas e as despesas da sua clínica em um período, seja ele mensal, trimestral, semestral ou anual. Ou seja, se a clínica gera mais dinheiro do que depesas e custos, ela tem lucro operacional. Porém, nem todas as receitas e despesas geradas na sua clínica são contabilizadas da mesma maneira.


Por exemplo, algumas despesas não são classificadas na contabilidade, tais como as despesas com juros bancários e multas de impostos, enquanto outras despesas são contabilizadas de uma maneira diferente, tais como as despesas de depreciação de cadeiras odontológicas ou equipamentos de radiografia. Isso tudo gera distorções entre o lucro real que sua clínica obteve e o lucro contábil da clínica em um período.


De forma geral a contabilidade é afetada por escolhas referente ao planejamento tributário da sua clínica. Algumas clínicas fazem a opção por regimes fiscais que podem diminuem a carga tributária, como, por exemplo, o Simples Nacional.


A escolha tributária impacta diretamente no lucro contábil da clíica, uma vez que a contabilidade sempre considera o regime tributário escolhido para fazer a apuração do resultado do exercício.


O que é e quais as diferenças entre regime de competência e regime de caixa?


O regime de competência e o regime de caixa são duas formas distintas de contabilização de receitas e despesas geradas em uma empresas. Os dois regimes apresentam vantagens e também desvantagens, , sendo fundamental entender as principais diferenças entre eles para compreender o porque do resultado contábil nem sempre ser demonstrado no dia a dia do caixa da sua clínica.


O regime de competência é baseado no princípio da realização das receitas e despesas. Neste regime, tanto as receitas geradas e despesas são contabilizadas no exato momento em que elas são realizadas, ou seja, as despesas e receitas são contabilizadas pela data do fato.


Quer um exemplo? Você vende um tratamento de 5 mil reais para ser pago em 30,60,90,120 e 180 dias. Para a contabilidade o dinheiro "entra" no seu caixa na data da venda, mas você sabe que só vai começar a receber daqui 30 dias.


É aqui que entra o regime de caixa. Ele se baseia no princípio do recebimento das receitas e despesas geradas. De fato, como no exemplo acima, , as receitas da venda hipotética começam a ser contabilizadas nas datas que o dinheiro efetivamente entra nas contas bancárias da empresa


Os dois regimes estão corretos e funcionam em conjunto fornecendo visões distintas do mesmo cenário.


O regime de competência é geralmente utilizado para análises financeiras de longo prazo, permitindo um planejamento financeiro anual ou de horizonte mais alongado.


O regime de caixa por sua vez é muito simples. Vale o que é "real", ou seja, aquela quantidade de recursos que de fato estão em espécie ou em banco no momento da sua apuração, seja diária ou mensal



Nós recomendamos que a gestão financeira do caixa da sua clínica seja sempre contabilizado pelo regime de caixa utitlizando o software próprio de gestão da sua clínica, e mantendo um contato estreito com sua contabilidade para ajustes finos e de planejamento financeiro.



Em resumo, geralmente a diferença entre o relatório da contabilidade e o real recurso em caixa é consequência de uma forma diferente de contabilização das despesas e receitas entre a contabilidade e a gestão do dia a dia da sua clínica.


Por isso, é importante entender como funciona a gestão financeira e a contabilidade e contar com profissionais qualificados para garantir a precisão das informações financeiras da sua clínica.


Sobre a Senior Consulting


Somos referência em marketing e gestão de empresas de saúde. Temos nossa matriz em São Paulo e escritórios em Miami, Nova York e Londres.


Senior Consulting

Consultoria para empresas de saúde

+55 11 3254 7451

atendimento@seniorconsulting.com.br

bottom of page